O que é a doença descompressiva?


A doença descompressiva é um dos principais riscos que enfrentamos no mergulho. Durante nosso curso básico de mergulho aprendemos como minimizar os riscos da doença descompressiva.

Mergulhadores com suspeita de Doença descompressiva

Doença descompressiva, ou o mal do mergulhador! O que ela é?

Mas o que é a doença descompressiva?

A doença descompressiva, ou DD, também chamada de bends é o resultado da formação de bolas de gás inerte no organismo do mergulhador, essas bolas são formadas normalmente quando subimos para a superfície rápido demais, ou quando ficamos mais tempo que o permitido em uma determinada profundidade.

Mecanismo.

Quando respiramos ar comprimido estamos sobre um ambiente com uma pressão maior do que na superfície, isso faz com que o gás se dissolva nos tecidos dos mergulhadores. ao iniciarmos a subida do mergulho nosso corpo enfrenta pressões menores, diminuindo a pressão sobre esses gases dissolvidos!

Com essa diminuição da pressão o nosso corpo o gás começa a formar bolas em nossos tecidos, podendo bloquear o fluxo de vasos sanguíneos, pressionar nervos etc.

Alguns sintomas e sinais conhecidos da Doença Descompressiva:

Doença descompressiva pele

Um dos Sinais de Doença Descompressiva é a vermelhidão pela pele

  1. Formigamento;
  2. Dormência;
  3. Fraqueza e fadiga prolongada;
  4. Dificuldade Respiratória;
  5. Vermelhidão pela pele;
  6. Coceira na pele
  7. Dor nas articulações e membros;
  8. Paralisia;
  9. Tontura
  10.  Perda de Consiência.

 

Como resultado a Doença descompressiva pode levar a morte

Como o mergulhador pode evitar a doença descompressiva?

Em primeiro lugar é muito importante que o mergulhador faça o seu planejamento de mergulho, como lhe é ensinado desde o curso básico de mergulho, e respeite os limites de segurança da sua certificação.

Para que esse mergulhador possa ampliar seu limite de profundidade ele pode continuar sua educação através da certificação de mergulho avançado, que ampliará seu limite de profundidade para 30 metros, seguindo para a certificação de mergulho profundo, aonde ele se habilitará para mergulhos ate 40 metros. Em todos esses casos respeitando os limites descompressivos da sua tabela de mergulho ou de seu computador de mergulho!

Além disso alguns treinamentos como de mergulho com ar enriquecido (Nitrox), podem ser vantajosos para os mergulhadores que costumam mergulhar mais fundo, ou que querem estender o seu tempo de mergulho, como podemos ver aqui.

Tratamento para a doença descompressiva.

No local do mergulho, um mergulhador com suspeita de doença descompressiva deve receber Oxigênio puro, quando esse não estiver disponível recomenda-se fornecer Nitrox. Com o acionamento imediato do serviço médico de emergência.

Muitas vezes o tratamento para a doença descompressiva envolve o uso de uma câmara hiperbárica, assim é necessário a recomendação médica e o acompanhamento do mesmo, devido aos altos custos deste tratamento e de muitos convênios se negarem a pagar por este tratamento recomendamos aos mergulhadores que contratem o serviço de reembolso da DAN.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil a todos os mergulhadores! E se você gostou dele, por favor compartilhe com seus amigos, usando os botões abaixo!